O 1° Grande Projecto do Diogo


O Diogo tem 4 anos (e meio, quase 5). Não vê programas de cozinha na TV ou tablet, só me vê a fazer as nossas refeições e quer participar. 

Como andava a pedir, á algum tempo, para o deixar cozinhar assiduamente tive de pensar numa solução que fosse prática para todos de forma não interferir no nosso dia a dia mas que fosse tranquilo e prazeroso para ele.

No Ikea comprei-lhe o chapéu e o avental de cozinheiro que ele queria. Comprei o livro de receitas da Sara Prata, Prata, Patrinha, Patrão, que está nomeado para o Melhor 1º Livro do Mundo, cujos direitos de autor revertem na integra para a Fundação Gil. Cada receita tem uma foto e todas as receitas são saudáveis. 

Ele olha para a fotografia, escolhe a receita e eu faço as compras necessárias. No dia de fazer a receita, ponho-lhe os ingredientes em cima da bancada e vou-lhe indicando os que ele não conhece, assim como, todos os passos da receita, incluindo as quantidades para que ele as possa preparar com o mínimo de ajuda possível. Tento ser o mínimo interventiva possível.

O engraçado da coisa não é só vê-lo fazer (e sujar) é também porque ele nunca sabe o que escolheu visto que não sabe ler e portanto não sabe se é doce ou salgado, se são legumes ou vegetais, carne ou peixe ou ainda se vai gostar, mas a condição, imposta por mim e que ele aceitou, é ter de comer tudo o que prepara.

Comentários

  1. Eu acho que os miúdos aprendem imenso na cozinha e é um otimo entretenimento para eles!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A primeira experiência com ele a "tomar conta" foi muito boa, vamos ver as próximas :)

      Eliminar

Enviar um comentário